Make your own free website on Tripod.com

TECLA 14

Mas Dorival, com humilde saliva melíflua, vai melifluando - "Mas, Wilminha, que posso fazer. Não tenho culpa. Penso tanto em você, com tanta força, com tanto amor, palavra tão difícil de dizer hoje em dia - penso sempre em você dia e noite, noite e dia - até que o transmissor de pensamento ligou sozinho, sem que eu tivesse apertado a tecla e aí você sorriu em meu cérebro".
Final triste
Final feliz
Final ridículo
Final inesperado
Final aborrecido